Rio de Janeiro - Brasil

quinta-feira, 1 de março de 2012

Roraima: Preso, agente carcerário sai da cadeia para espancar ex-mulher


Um agente carcerário, detido pela segunda vez na Cadeia Pública de Boa Vista por descumprimento de medidas protetivas e acusado de espancar a ex-companheira, teria tido sua saída da unidade prisional facilitada para agredir fisicamente e ameaçar a mulher de morte.

No Boletim de Ocorrência registrado no plantão central da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, a vítima relatou que por volta das 23h30 do sábado, 25, foi abordada pelo infrator na frente da casa de uma amiga. Ele disse que estava seguindo a mulher e teria “fugido” somente para lhe encontrar. Ela então foi obrigada a sair de moto com o homem que a agrediu.

Conforme informações, a moto utilizada pelo agente carcerário para ir atrás da ex-companheira pertenceria a outro preso que emprestou o transporte para o infrator. Fontes afirmam que o homem tem diversas regalias dentro da Cadeia Pública. A influência é tanta, que a saída teria sido liberada pelo chefe de plantão na unidade.

O homem está preso desde novembro do ano passado. Ele teria reincidido no descumprimento de medidas protetivas concedidas à ex-mulher pela Justiça com base na Lei Maria da Penha.

O secretário de Justiça e Cidadania, general Eliéser Girão Monteiro, informou que determinou à Corregedoria da Sejuc a abertura de um Procedimento Administrativo Disciplinar para apurar com “rigor a responsabilidade pela saída indevida de um detento que cumpria pena na Cadeia Pública de Boa Vista”.

Girão garantiu ainda que a instituição “punirá severamente” o servidor que possa ter facilitado a saída do preso. O secretário ressaltou também que a Sejuc irá comunicar oficialmente à Justiça a saída não autorizada do detento para que o juiz da Vara de Execução Penal aplique um agravamento da pena.
Fonte:
http://www.folhabv.com.br/noticia.php?id=125168

0 comentários:

Postar um comentário