Rio de Janeiro - Brasil

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Taxa de crimes violentos em Minas subiu mais de 10% em 2011


A taxa de crimes violentos em Minas Gerais aumentou 10,8% em 2011, em comparação com o ano anterior. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (29) pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), com base em ocorrências do Registro de Eventos de Defesa Socivla (Reds), da Polícia Militar, e da Delegacia de Crimes Contra a Vida.
Em números absolutos, as ocorrências - homicídios, homicídios tentados, estupros, roubos e roubos a mão armada - subiram de 50.626 para 56.593. Segundo a secretaria, a taxa por grupo de 100 mil habitantes, que leva em conta o crescimento populacional, foi de 277,78, contra 250,52 em 2010.
O aumento, conforme os órgãos, está relacionado relacionado ao tráfico de drogas. O grande consumo de crack também foi apontado como um fator que contribuiu para os números finais.
Em comparação com 2004, ano em que começou a ser implantado o atual modelo de segurança pública de Minas, a taxa de crimes violentos no Estado caiu 48,80%. Naquele ano, foram registradas 102.513 ocorrências de crimes violentos, equivalentes a uma taxa de 539,15 para cada grupo de 100 mil habitantes.
Capital - Considerando apenas Belo Horizonte, a taxa de crimes violentos aumentou de 703,91 em 2010 para 783,91 em 2011 – uma variação de 11,4%. Em números absolutos, o crescimento foi de 17.369 ocorrências para 19.487. Na capital, o número de homicídios aumentou 22% e o de roubos subiu 12,8%
Já na região metropolitana de Belo Horizonte, área que historicamente concentra o maior número de ocorrências, a taxa de crimes violentos aumentou de 545,05 por grupo de 100 mil habitantes em 2010 para 624,54 em 2011 – uma variação de 14,5%. Em números absolutos, as ocorrências passaram de 28.197 para 32.680. Os homicídios foram 19% maiores que em 2011 e os roubos variaram 15,8%.  Já no período de 2004 a 2011, a taxa caiu 53,7% (de 1.348,93 para 624,54 por grupo de 100 mil habitantes).
Transparência - Em 16 de fevereiro, em reportagem exclusiva, O TEMPO mostrou cópia do memorando 5008.2/2012, assinado pela cúpula da Polícia Militar, que proibia os comandantes de batalhões de repassarem índices de criminalidade à imprensa. Além disso, surgiram suspeitas de que boletins de ocorrência estariam sendo ‘maquiados’ pela polícia
Os números sobre crimes violentos em Minas não eram divulgados desde janeiro de 2011, diferentemente do que acontece em outros Estados, como São Paulo, onde os dados são atualizados mensalmente no site da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).
Fonte:



0 comentários:

Postar um comentário