Rio de Janeiro - Brasil

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Tumulto paralisa apuração do carnaval de São Paulo


São Paulo -  Uma confusão interrompeu a apuração das notas das escolas de samba de São Paulo. No momento em que eram lidas as notas do último quesito, Comissão de Frente, representantes das torcidas avançaram sobre a mesa de apuração. Segundo informações preliminares, um torcedor da Império da Casa Verde teria rasgado os envelopes e folhas com as anotações dos jurados. A escola recebeu notas consideradas baixas pela torcida. O mesmo aconteceu com a Gaviões da Fiel.
"As escolas têm de saber perder. O jogo é jogado", disse o presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira. Segundo ele, não há a possibilidade de suspensão do julgamento. "Nós vamos avaliar se tem condições de continuar com a leitura das notas. Se não tiver, fica o resultado que está agora" , explicou. Se isso acontecer, a Mocidade Alegre é a campeã do carnaval 2012. Camisa Verde e Branco, que voltou ao Especial neste ano, e a Império de Casa Verde estão rebaixadas.

Grades de proteção foram derrubadas e a área onde ficavam os alimentos doados como entrada no local foi invadida. Quase meia-hora após a confusão, carros alegóricos que estavam na dispersão foram incendiados.

A polícia tentou conter principalmente os torcedores da Gaviões da Fiel e da Império da Casa Verde. A Marginal Tietê chegou a ser invadida e o trânsito fechado
Dirigentes de algumas agremiações criticaram a troca de determinados jurados no Carnaval 2012. A escola Mocidade Alegre era franca favorita, conquistando notas máximas em todos os quesitos até então.

O ex-namorado de Juju Salimeni seria o torcedor que roubou e rasgou as notas dos jurados. Foi a própria ex-panicat quem informou isso em seu Twitter. "Detalhe que o louco que correu e rasgou as notas é o meu ex-namorado", escreveu.
Fonte:




0 comentários:

Postar um comentário