Rio de Janeiro - Brasil

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Maníaco do ônibus já abusou de outras meninas


Polícia divulgou ontem o retrato falado do homem acusado de estuprar uma garota de 12 anos num ônibus na Zona Sul. Outras mulheres relataram ter sido atacadas da mesma maneira
A violência sofrida pela menina de 12 anos estuprada dentro de um ônibus no Jardim Botânico, Zona Sul, causou grande comoção e desencadeou uma caçada ao estuprador. Desde o dia do crime, quarta-feira, investigadores da 15ª DP (Gávea) percorreram mais de 10 endereços que poderiam ser o esconderijo do suspeito, cujo retrato falado foi divulgado ontem (foto no detalhe). Moradores da região também se ofereceram para ajudar nas buscas, e a polícia recebeu informações revelando pistas sobre o paradeiro do criminoso.
"Vários taxistas ligaram, dizendo que iam passar a noite de olho para tentar identificar o suspeito. Moradores da Rocinha, onde fizemos buscas, também disseram aos policiais que procuraram pela comunidades. As pessoas ficaram revoltadas porque foi um fato incomum. Vamos atrás dele onde estiver", prometeu o delegado Fábio Barucke, titular da 15ª DP.
Material apreendido

Para tentar identificar o acusado, além de divulgar imagens do circuito do ônibus e cartaz de procurado, a polícia apreendeu o material escolar da vítima, que foi manuseado pelo suspeito. Os cadernos, estojo e lápis da menina foram encaminhados ao Instituto Félix Pacheco para a coleta e identificação das digitais. Ontem, a menina voltou a prestar depoimento. Acompanhada por psicólogos da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), que auxilia na investigação, a garota deu detalhes sobre o crime.

Fonte:


0 comentários:

Postar um comentário