Rio de Janeiro - Brasil

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Japoneses inventam sistema de biometria baseado no perfil da bunda do usuário.



Um grupo de pesquisadores japoneses mostrou pela primeira vez uma forma diferente de autenticação. Em vez de rosto ou impressões digitais, eles apostam no uso da nádega para autorizar o uso de veículo automotor.
Os pesquisadores de um instituto tecnológico de Tóquio criaram um dispositivo com 360 sensores que deve se posicionar acima do banco do motorista, bem onde o indivíduo acomoda a poupança. Indicadores como pressão exercida sobre os sensores e a área de contato servem para determinar a identidade do sujeito e, assim, gravar sua identificação única no banco de dados.
O passo seguinte é atrelar a partida do veículo ao bumbum daquele que se dispõe a dirigir o carro. Senta, aguarda, verifica se o sistema reconheceu a bunda. Assim temos uma nova ideia para aplicar a biometra diferente de tudo aquilo que a gente se acostumou a ver.
Sabe o que é mais legal dessa história toda? O índice de acerto do sistema desenvolvido pelos japoneses fica na casa de 98%.
Pesquisadores orgulhosos, os japoneses em questão dizem estar tentando vender a idéia para a indústria automobilística.
Com informações: Popular Science
Fonte:



0 comentários:

Postar um comentário