Rio de Janeiro - Brasil

sexta-feira, 9 de março de 2012

'Minha Casa, Minha Vida' favorece mulher em caso de divórcio( Brasil o Clube da luluzinha)




A presidente Dilma Rousseff aproveitou o Dia Internacional da Mulher para decretar nesta quinta-feira uma mudança que favorece o gênero feminino nas regras de propriedade do Programa Minha Casa, Minha Vida. A partir de agora, está garantido que as mulheres fiquem sempre com os imóveis em caso de separação, seja por divórcio ou dissolução de união civil estável.
A regra valerá para famílias com renda mensal de até três salários mínimos, inscritas no programa. Nessa faixa de renda, o subsídio do governo para a compra do imóvel chega a 95% do valor. A presidente ressaltou, entretanto, que a única exceção no caso será quando o pai tiver a guarda exclusiva dos filhos. Essa é a única forma para que o marido fique com o imóvel após a separação.
Segundo o porta-voz da Presidência, Thomas Traumann, a mudança segue a mesma lógica de outros programas do governo, como o Bolsa Família, de privilegiar as chefes de família como beneficiárias. A mudança será editada por meio de medida provisória, que será publicada ainda nesta quinta, em edição extraordinária do Diário Oficial da União.
Além da mudança no Minha Casa, Minha Vida, a presidente deverá falar sobre outras políticas e programas do governo voltados para as mulheres durante anúncio que vai ser divulgado nesta quinta-feira. O pronunciamento foi gravado na semana passada, antes da viagem de Dilma à Alemanha. A presidente reservou todo o vídeo para ressaltar a força e importância da mulher, além de afirmar que seu governo deu prioridade para o gênero. Ela afirmou também que vai seguir lutando e dando importância para a mulher em seus projetos.
Com informações da Agência Brasil
Fonte:

Opinião
Olha, entendo a necessidade de políticas publicas voltadas para as mulheres. Não tive pai presente na minha criação e vi como minha mãe foi guerreira para criar a mim e meus irmãos.
Porem acho que o governo Dilma já esta extrapolando, não se pode querer corrigir injustiças seculares contra as mulheres excluindo os homens dos benefícios sociais. Por exemplo vemos as campanhas do governo na atenção a saúde da mulher, mas o programa saúde do homem foi para o beleleu!
Agora essa lei exclui do homem o direito pelo imóvel em caso de separação. Na minha opinião, a lei deveria dar o direito pelo imóvel a mulher nos casos de separação em que o casal tiver filhos.
Pois como a mãe tradicionalmente fica com a guarda das crianças, não e justo que se o casal ao se separar a casa tenha que ser vendida causando transtorno aos filhos.

Porem a lei diz que a única exceção será em casos em que o pai tiver a guarda dos filhos. Ou seja ate mesmo em casos em que o casal não tiver filhos, caso se separando a casa fica com a mulher. Como é que pode isso? E o dinheiro que o parceiro ajudou para pagar as prestações da casa?
A mulher pode neste caso colocar outro homem para morar na casa e o “trouxa” sai com uma mão atrás e outra na frente?
Na próxima eleição quando Dilma tentar a reeleição, então ela que peça votos somente as mulheres, já que infelizmente para o governo de nossa presidenta, o Brasil virou o clube da Luluzinha!
Por
Uanderson

9 comentários:

  1. Mais q apoiado Uanderson a mulher ciente desta lei c quiser usar de má fé espera o trouxa pagar a ksa mete o galho no coitado separa e booom ganhou uma ksa colocando o outro ainda pra mora junto. Vai dar é morte!!
    Muito legal isso pura Atitude feminista.
    Ae fica a Pergunta: Qtas mulheres são necessária para acabar com o Brasil?
    Resposta: Di Uma.

    ResponderExcluir
  2. Não falo nada.
    Não é de hoje que a misandria tá dando as caras no Brasil junto com essa presidente.

    Enfim, é bom pra alertar os homens a não casarem, afinal homem casado é burro de carga

    ResponderExcluir
  3. Depende muito. E quando a mulher compra esse imóvel na plantae depois conhece seu futuro esposo que não possui nenhum bem?
    Eles se casam, moram no imóvel e um tempo depois separam...como fica heim?

    Ou vice versa o homem possuiu o bem sozinho antes de casar, ainda solteiro e acontece isso. Fica como?

    ResponderExcluir
  4. Bom, no caso em questão e valido para compra de imeveis pelo programa " minha casa minha vida", que a mulher tem agora o direito pela casa. Se o casal comprar a casa pelo programa, tendo ou não filhos, em caso de separação a casa fica com a mulher. Se o homem solteiro comprar a casa pelo programa e depois se casar, numa eventual separação, não sei como fica, mas como nossa presidenta parece esqueceu que na constituição os direitos são iguais, muito provavelmente a casa ficaria com a mulher.

    ResponderExcluir
  5. MORO EM UM CONDOMÍNIO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA A SEIS MESES E MINHA MULHER SAIU DE CASA A DOIS MESES PARA MORAR COM OUTRA PESSOA MAIS NÃO DEU CERTO E AGORA ELA ESTÁ DE VOLTA E QUER A CASA. QUE FODA E EU ONDE FICO NÃO TENHO ONDE MORAR. DILMA VALEU

    ResponderExcluir
  6. Pois é christian, e uma situação dificil, acho que se o casal tem a responsabilidade de arcar com as prestações da casa, a mesma pertence aos dois. No seu caso, entre na justiça e alegue abandono de lar por parte de sua companheira. Tera que ter testemunhas, mas acho que embora vivemos no clube da luluzinha, acho que a justiça ainda e cega.

    ResponderExcluir
  7. EU COMPREI ERA SOLTEIRO E TEM 30 ANOS PARA PAGAR A MULHER VAI TER DIREITO DE FICAR COM A CASA ELA VAI PAGAR A PRESTAÇÃO TAMBEM

    ResponderExcluir