Rio de Janeiro - Brasil

terça-feira, 20 de março de 2012

Casos de H1N1 no RN causam preocupação à equipe técnica


Sete casos de H1N1 já foram confirmados no Estado do Rio Grande do Norte em 2012, um deles resultou em óbito. Além destes, há 22 casos suspeitos e dez foram descartados, conforme informou a técnica responsável pela Influenza na Secretaria de Saúde Pública (SESAP), Estela Leal.

De acordo com a coordenadora da equipe técnica da II Unidade Regional de Saúde Pública (II URSAP), Xênia Lima, até o momento não há registro de nenhum caso nos 27 municípios que integram a unidade.
No entanto, é preciso atenção. Segundo Estela Leal, a recomendação para os profissionais de saúde é de que eles fiquem em alerta quando o paciente manifestar os seguintes sintomas: febre, tosse, dificuldade respiratória e sintomas de gripe, manifestados subitamente.
Diante de quadros como esse, a orientação é agir com a hipótese de H1N1 e, caso necessário, internar o paciente, notificar a Sesap e ministrar a medicação prevista, o Tamiflu. Além disso, em caso de suspeita de H1N1, o paciente deve ficar isolado.

Já para os pacientes, a recomendação é para que utilizem máscaras descartáveis, evitem contato com pessoas diabéticas, gestantes, crianças e outras que possam estar com a imunidade baixa, levem as mãos à boca ao tossir ou espirrar e não compartilhem objetos.

Para quem está saudável, a recomendação é lavar as mãos com frequência, não levar as mãos aos olhos, nariz e boca, evitar pegar em objetos com os quais muita gente tem contato, como maçanetas de portas e não compartilhar objetos.

Estela Leal afirma que a Sesap irá analisar os dados para detectar se os números já podem ser considerados como um surto, uma vez que nos três primeiros meses do ano as doenças respiratórias são mais comuns e a H1N1 também seria mais freqüente.
Fonte:


0 comentários:

Postar um comentário