Rio de Janeiro - Brasil

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Nigéria pretende endurecer leis contra gays


Legisladores nigerianos preparam uma proposta de lei que condena casais gays que vivem juntos a 14 de prisão, endurecendo a legislação contra homossexuais no país.
A Anistia Internacional disse que a medida ameaça os direitos humanos básicos de um grande número de nigerianos.
O senador Ahmed Lawan afirma que se o casamento gay fosse liberado, a população diminuiria muito portanto a lei é para a proteção da humanidade.
Atos homossexuais já são ilegais na Nigéria e na semana passada o Senado já vetou por ampla maioria uma proposta para legalizar o casamento de pessoas do mesmo sexo

Fonte:

Opinião
Em vídeo disponibilizado na pagina da BBC Brasil, um dos lideres do movimento contrario aos gays na Nigéria, disse que a medida e para proteger a humanidade pois se o casamento entre pessoas do mesmo sexo fosse aprovado, a população mundial diminuiria.
Se o casamento gay provocasse a diminuição da população mundial, acho que seria uma boa alternativa para conter a explosão demográfica mundial. Já somos quase 10 bilhões de habitantes, a maioria vive em situação de miséria, pois e justamente os mais pobres que resolvem “ abrir a fabrica de gente”.
A fala do tal cidadão e apenas uma desculpa para justificar o preconceito, e o direito que alguns acham de ter em controlar a vida alheia, de querer estabelecer padrão de moral, no mundo onde essa palavra cada dia mais perde o sentido.
O tempo que esses “ defensores da moral e dos bons costumes” estão perdendo em querer “se meter “ na vida sexual dos outros, deveriam se preocuparem em reduzir as mazelas deste que é mais um País miserável da África.
Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário