Rio de Janeiro - Brasil

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Homem com câncer terminal é proibido de participar de festa da empresa



Londres (Inglaterra) - O engenheiro britânico David Applegarth, 49, foi proibido de participar da festa de fim de ano da empresa onde trabalha por ter um câncer de pulmão em estágio terminal. Segundo David, a explicação dada foi de que as regras do seguro saúde não permitem que ele participasse da festa.
"É um verdadeiro soco nos dentes", afirmou David, que estava de licença-médica por causa do tratamento com quimioterapia.
O veterano da Guerra das Malvinas  - que trabalhava há cinco anos na empresa - tinha acabado de terminar a primeira fase da radioterapia, após o término da quimioterapia e estava ansioso para ver os amigos de seu trabalho novamente.
Ele contou ao tabloide The Sun que enviou um e-mail para seu chefe para perguntar se poderia participar da festa e chegou a reservar um quarto de hotel na cidade onde a festa seria realizada. Mas em seguida recebeu um telefonema dizendo que o convite havia sido retirado.
"Eu lhes disse que estava me sentindo perfeitamente bem, mas eles disseram que se alguma coisa acontecesse a mim enquanto eu estivesse no local, o seguro não cobriria. Estou enojado com a empresa. Eu tenho sido um bom trabalhador, mas a partir do momento em que não tenho serventia para eles, sou descartado", desabafou.
A empresa onde David trabalha se pronunciou afirmando que o bem-estar dos funcionários é uma das principais prioridades.
Fonte:
Opinião
Esse e o cumulo da falta de sensibilidade que o ser humano pode chegar. O homem esta condenado a morte e por questões idiotas de seguro que em situações como essas nem deveriam ser mencionadas. O Ser humano consegue ser mais irracional que uma “besta fera”.
Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário