Rio de Janeiro - Brasil

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Homem é suspeito de jogar cão contra parede até matá-lo em SP





Um homem de 37 anos é suspeito de ter jogado uma cachorra contra a parede até matá-la. O caso aconteceu na tarde de quinta-feira (29) em Franca (400 km de SP).

De acordo com a PM (Polícia Militar), a mãe do suspeito acionou a polícia para tentar conter o filho --cujo nome não foi divulgado. Segundo a corporação, ele estava embriagado e disse que agrediu a cachorra porque queria dormir, e o latido dela não permitia.

A polícia informou que o caso foi registrado como crime ambiental e que o suspeito poderá responder por maus-tratos.

O homem foi levado à delegacia, mas logo foi liberado. Como estava embriagado, só será ouvido oficialmente na segunda-feira (2).

A cachorra que morreu havia dado cria recentemente e ainda estava amamentando os cinco filhotes.
A polícia disse que o suspeito ainda não tem advogado constituído.

OUTRO CASO

A Delegacia de Proteção dos Animais de Ribeirão Preto (313 km de SP) investiga um rapaz suspeito de ter matado a facadas um filhote de cachorro.
Pelo relato da irmã do suspeito, Emanuel Eriton Correa Luiz, 23, é usuário de drogas e chegou sob efeito de entorpecentes em casa, segurando uma faca.

Ele exigiu dinheiro da família. Segundo a irmã, como ninguém lhe obedeceu, ele se aproximou do filhote de vira-lata e cortou-lhe o pescoço, o que o levou à morte.

Fonte:

Opinião

Pronto! Já virou moda escalpelar os cachorros, depois da “ enfermeira da morte”          agora é a vez deste cidadão em SP. Se não tem paciência com bichos, não criem, quem souber de algo deste tipo denunciem!
Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário