Rio de Janeiro - Brasil

sábado, 22 de junho de 2013

O povo acordou! E gora? O que podemos esperar de nossos politicos?


Nestes últimos dias, vimos um Brasil que por décadas era conhecido como uma nação apática, de um povo que relegava os rumos de seu Pais ao não participar das discussões importantes, já que política era para muitos um assunto sem importância.

Mas nesses últimos dias, esse mesmo povo acordou, e viu que quem manda nesta nação somos nos, e não os políticos que pedem votos para depois legislar em causa própria. Isso alias e o que mais vemos, pessoas que resolvem entrar na política não para mudar a nação, mas sim para defender causas próprias, ou de grupos determinados.

Agora por exemplo e discutida a tal “cura gay”, um Pais como o nosso com tantas demandas a ser discutidas para serem colocadas em pratica, como a redução da maior idade, já que os crimes cometidos por “menores” vem crescendo e sabemos que esses “ de menor” depois de uma temporada em uma casas dessas de “recuperação” além de sair pior que entrou, sai com a ficha limpa!

Assim como aqueles “ de mores” saíram após matar o menino João Helio. Vocês se lembram desse caso? Do menino que foi arrastado ate a morte pelo carro da mãe, após essa ser assaltada, jogada para fora do carro, mas seu pequeno menino que ela não conseguiu retirar do carro porque estava preso ao cinto de segurança, ficou pendurado, e mesmo com os apelos da mãe e das pessoas que presenciaram a cena, os criminosos arrancaram com o carro, e arrastaram o menino asfalto a fora?




Dos acusados, o menor que na epoca tinha 16 anos, após completar 18 anos, noticias deram que uma ONG levou o rapaz para viver na Suíça! Isso mesmo.



Leiam um trecho da matéria publicada na época pelo jornal Extra do Rio:





Um dos autores do assassinato do menino João Hélio, de 6 anos, na Zona Norte do Rio, em 2007, ganhou a liberdade. O rapaz, que era menor de idade quando cometeu o crime e hoje tem 18 anos, foi solto na semana passada no Rio. Ele cumpriu três anos de medida sócio-educativa em uma instituição na Ilha do Governador.

A decisão foi publicada em 10 de fevereiro - três dias após o aniversário de três anos do crime - pelo juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude, Marcius da Costa Ferreira. Pela lei, o jovem já tinha o direito à liberdade. Segundo o advogado que representa a família de João Hélio, Gilberto Pereira da Fonseca, a decisão não é passível de recurso.

- Não podemos fazer nada. Isso agride a todos. A lei no Brasil é um incentivo à criminalidade - reclamou o advogado.

Suíça

A família do rapaz morava no Morro da Pedra, em Madureira. No entanto, com a ajuda de uma ONG internacional, ele teria ido para a Suíça.

Ou seja na mentalidade desses ratos de gravata, e mais importante discutir sobre o que o cidadão faz e com quem faz na cama do que coisas que realmente são emergências em nosso Pais!

Agora então querem aprovar a tal PEC 37 que ao tirar o mistério publico da jogada, tem como objetivo mesmo a manter a impunidade em nossa nação. Tudo isso e muitas outras podridões foram os motivos que levaram toda essa gente nas ruas a gritar BASTA!

Agora e hora de mantermos essa mesma energia que clama por mudanças e fazer o dever de casa em 2014 nas próximas eleições, em não votar no camarada porque ela paga churrasco no final de semana, porque da material de construção, dentadura, porque mantém um centro de assistência social, ou pior: porque e bonitinho! Porque e engraçadinho! Porque canta direitinho!

Não e votando errado que estaremos fazendo protesto, assim como vimos na eleição passada o humorista tiririca ser o deputado mais votado em São Paulo! E que passou todo seu mandato não fazendo nada de útil. O que já era de se esperar. Tem muitos “artistas” em final de carreira que entra na política para mamar 4 anos dos cofres públicos. Mas errados e quem os colocam lá!

Esta em nossas mãos fazer do Brasil uma nação mais justa e desenvolvida, tudo depende de nos, as mobilizações mostram nossa força!

Por Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário