Rio de Janeiro - Brasil

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Grávida furta lojas de roupas em Roraima


A dona de casa Rosalinda Loureiro dos Santos, 40 anos, foi presa ontem pela manhã (11), após ter sido flagrada furtando roupas em uma loja localizada no bairro Pintolândia. Ela está grávida de sete meses e cria sozinha mais quatro filhos, todos menores de idade.
O crime foi denunciado por um dos vendedores da loja, que é filho da proprietário. R. O.N contou que recebeu a mulher, mas não viu quando ela chegou na loja, o que segundo ele, foi o período em que ela se apossou de algumas peças de roupas das prateleiras.
“Ela apareceu do nada e pediu um copo d´agua. Chamei minha mãe para ficar com ela enquanto ia na cozinha. Nesse tempo, minha mãe desconfiou quando a mulher tentava esconder uma sacola. Assim, minha mãe pediu para ver o material e então descobriu que se tratava de mercadoria nossa”.
O vendedor relatou que Rosalinda se jogou no chão e fez “escândalo”, após ser descoberta. Ela ficou detida pelos funcionários da loja até a chegada da Polícia Militar, que lhe prendeu e levou-a até o 4º Distrito Policial.
Enquanto aguardava atendimento, a acusada conversou com a reportagem, onde alegou que sua família passa por sérias dificuldades, motivo pelo qual ela ingressou no mundo do crime para sustentar seus filhos.
“Meus filhos não tem nada para comer em casa. Por isso tive que roubar para vender os produtos e depois comprar comida. Não tenho trabalho, já tentei procurar emprego, mas não consegui. Não quero ir para a cadeia, pois vou perder meus filhos”.
Segundo R.O, esta não foi a primeira vez que Rosalinda cometeu furto em lojas. Outros comerciantes a reconheceram como possível ladra em outras ocasiões. Ele afirma que a acusada se vale da condição de grávida para ludibriar a polícia.
“Se ela não for presa, ela vai continuar roubando e penalizando gente que trabalha de verdade. Quando ela é pega, ela faz um ‘teatro’ e acaba sensibilizando as pessoas. Ela deveria pensar mais nos filhos dela antes de cometer delitos”.

Fonte:
http://www.roraimahoje.com.br/home/policial/9237-o-crime-e-a-necessidade-gravida-furta-lojas-de-roupas.html

0 comentários:

Postar um comentário