Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 16 de março de 2014

Ilha Grande está entre os 10 melhores destinos da América do Sul


Rio - O paraíso está logo ali, a menos de três horas do Rio de Janeiro. Cercada por mais de 30 praias de tirar o fôlego, Ilha Grande, em Angra dos Reis, ficou em sétimo lugar em pesquisa feita por turistas que apontaram os dez melhores destinos tropicais da América do Sul.

O vencedor do concurso anual promovido pelo maior site de viagens internacionais, o TripAdvisor, foi a Ilha de Páscoa, no Chile.

O Brasil, no entanto, foi o único país a reunir cinco paraísos no ranking. As outras ilhas brasileiras foram Fernando de Noronha, em Pernambuco, Tinharé e Boipeba, na Bahia, e Ilhabela, em São Paulo.

Os ganhadores são escolhidos com base nas avaliações de hotéis, restaurantes e atrações listadas nos últimos 12 meses pelos hóspedes que adquiriram serviços no site.
Não é a primeira vez que a região aparece entre os locais preferidos dos viajantes. Por duas vezes seguidas, em 2012 e 2013, a Praia de Lopes Mendes, localizada na mesma baía, foi eleita a segunda melhor do país, atrás apenas da Baía dos Sanchos, em Fernando de Noronha.

A Ilha Grande é a maior ilha do litoral sul do estado, com área total de 193 quilômetros quadrados — do tamanho de Aruba, no Caribe. Seu principal acesso, pela Vila do Abraão, fica a uma hora e meia de barca de Angra. O povoado tem 3 mil habitantes. Mas no Carnaval, a população mais que triplica.

Por isso, ao mesmo tempo que o resultado é festejado pelo comércio local, por outro acende sinal de alerta para os possíveis danos à natureza. “É fantástico.

Isso nos tira da zona de conforto, mas também temos que controlar o acesso e oferecer infraestrutura”, reconhece Maria Silvia Rubio, presidente da Fundação de Turismo de Angra (TurisAngra). Segundo ela, é preciso respeitar a capacidade da Ilha.

 “Não adianta receber 10 mil pessoas sem esgotamento sanitário”, ressalta. Em algumas praias, como a do Aventureiro, o controle já é feito. Por dia, só 560 turistas podem entrar no local, que faz parte da Reserva Biológica da Praia do Sul.

O credenciamento é feito no continente, no centro de informações da TurisAngra. “O turista é muito bem-vindo, mas deve levar seu lixo de volta. Se não preservarmos, não vamos estar no próximo ranking”, avisa Maria Silvia.

Fonte O Dia


0 comentários:

Postar um comentário