Rio de Janeiro - Brasil

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Ate que ponto o ser humano chega para querer aparecer na tv mesmo diante de tragedias?



Nos dias de hoje as pessoas estão tão desesperadas pelos cinco minutinhos de fama que chegam ao ponto de prestar ao ridículo na TV.

Ontem durante a cobertura do acidente que matou o presidenciável Eduardo Campos alem do restante da tripulação, o repórter José Roberto Burnier estava fazendo varias entrevistas com populares que testemunharam os instantes do acidente.

Dentre essas pessoas entrevistadas um camarada com a cara mais lavada desse mundo disse que não só reconheceu o corpo de Eduardo Campos como também abriu os olhos dele.

Mas peraê? Em acidentes como esse os corpos costumam ficar dilacerados e carbonizados, neste então que o avião se desintegrou por completo não teria como os corpos estarem em um estado de reconhecimento visual.

E isso e o que ocorreu tanto que será preciso exame de DNA para conseguir liberar os corpos para o velório. Como então que esse cidadão chega ao vivo para a emissora líder de audiência e tem a cara de pau de inventar uma imbecilidade dessas?

Se a sede por aparecer e tão grande assim, acho melhor comprar uma melancia enrolar no pescoço e sair rodando por ai, acho que é mais digno!

Cotidiano e Opinião.

0 comentários:

Postar um comentário