Rio de Janeiro - Brasil

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Sem os royalties bilhete único pode acabar!




Ola, cariocas a noticia que posto agora é péssima. Como se já não bastasse tudo que vem ocorrendo, mas uma noticia ruim vem nesse final de ano . Caso a presidenta Dilma sancione o projeto que retira os recursos do petróleo do Rio, assim como foi votado pelos urubus em Brasília, o governo do Rio terá que cortar vários investimentos.


A falta desse recursos comprometera as Olimpíadas , pois obviamente o governo não vai deixar de passar a verba para a saúde para investir em obras para realizar os jogos,ate porque não haveria qualquer clima para realizar estes jogos representando um Pais que nos saqueiam e ainda termos que recebê-los aqui.

Mas pior que não realizar os jogos olímpicos e perdermos o bilhete único. Para quem, que como eu depende dos meios de transportes publico, o bilhete único foi de grande importância uma vez que você ao pegar duas conduções, paga somente uma passagem.

Mas nas contas do governo, a retirada desses recursos de forma abrupta como foi feito causara um rombo nos cofres do estado, e dentre os cortes a serem feitos, estariam os 400 milhões que o estado gasta para manter o programa de bilhete único. Segundo dados que foram publicados pelo jornal “O Globo” os cortes poderiam atingir ate o funcionamento das UPAS.

Pode parecer terrorismo, mas não é. O estado conta com esses recursos no orçamento e tem contratos, obras, gastos no geral contando com esse recursos a mais em seu orçamento. Sendo retirado da forma que foi proposto, o estado para não “quebrar” teria que fazer cortes em todas as áreas. E como se fosse o cidadão que tivesse dois empregos, e repentinamente perdesse um desses empregos. O cara tinha dividas contando com os dois salários, perder um deles de uma hora para outra obrigara esse cidadão a dar calote, afinal o que não pode faltar e comida na mesa.

Assim ocorrerá com o estado, sem esses recursos o governador terá que selecionar o essencial, e o restante será cortado. Uma pena que os deputados lá em Brasília tenham resolvido seguir este caminho que e tirar recursos dos outros sem se importar do impacto que isso causara no estado do Rio. E um verdadeiro “ que se dane o Rio de Janeiro”.

Mas não tem problema, aqui se faz, aqui se paga, da mesa forma que se juntaram e votaram em bloco contra o Rio, sentirão o gostinho de ganhar dinheiro sem fazer força, daí para frente outros grupos se formarão para tirar a Zona franca de Manaus, os royalties do minério de Minas, de Itaipu, ate industria de outros lugares, afinal de contas já virou zona!

Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário