Rio de Janeiro - Brasil

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

‘Vovó’ acusada de abuso sexual


Acusada de manter relação sexual com um adolescente de 13 anos, uma empregada doméstica, de 62, foi detida na última quarta-feira por agentes da 36ª DP (Santa Cruz). Ela, que é moradora da Favela do Rola, Zona Oeste do Rio, foi indiciada por estupro de vulnerável. Porém, como não houve flagrante e a acusada não possui passagens pela polícia, responderá pelo crime em liberdade.

De acordo com os investigadores, a mãe do menino procurou a delegacia para registrar a queixa após ouvir do garoto que a doméstica teria abusado dele. A idosa, que trabalha na casa da vítima, foi conduzida na manhã de quarta-feira pelos policiais da 36ª DP e, em depoimento, confirmou que teve relação sexual com o menor apenas uma vez. Além disso, ela alegou que o menino ‘foi quem a procurou'.

"Vamos chamar o menor para depor amanhã (hoje), já que a mulher no depoimento disse que o menino consentiu a relação sexual", explicou o delegado Geraldo Assed, titular da 36ª DP, que pretende enviar na próxima semana o inquérito para o Ministério Público.

Ainda segundo o policial, o depoimento do adolescente servirá para investigar se a doméstica o obrigou. "Nossa dúvida é saber se o ato foi criminoso ou o garoto que pediu. Mesmo assim, ela vai responder na Justiça por estupro de vulnerável, já que o adolescente é menor de 14 anos", afirmou Geraldo Assed.

A pena para o crime de estupro de vulnerável pode variar de oito a 15 anos de reclusão.


Fonte: Meia Hora



0 comentários:

Postar um comentário