Rio de Janeiro - Brasil

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Suspeito de matar jovem que marcou encontro no Facebook é preso





A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu o suspeito de assassinar a jovem Cláudia Marinho de Lima, 18 anos, no início deste mês, em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. A jovem foi encontrada morta, estrangulada, dois dias depois de marcar um encontro através do Facebook.

Paulo César Maia Medeiros, 25 anos, foi preso na sexta-feira, mas o caso só foi divulgado nesta segunda-feira pela polícia. 

De acordo com o delegado Henrique Damasceno, da Divisão de Homicídios, Cláudia marcou um encontro na região do Jardim Maravilha, mas a pessoa com quem iria se encontrar não apareceu. 

Como não conhecia o local, a garota pediu informações na região. Paulo então se ofereceu para levá-la a um ponto de ônibus. De acordo com a polícia, o suspeito pretendia roubar a garota, mas, assim que o assalto foi anunciado, ela passou a gritar e, por isso, foi estrangulada. 

Segundo a Polícia Civil fluminense, Paulo confessou o crime. Segundo Damasceno, o criminoso foi localizado depois que testemunhas que viram o momento em que ele ofereceu ajuda à Cláudia forneceram informações à polícia.

Um dia antes de desaparecer, Cláudia havia postado uma mensagem em seu perfil no Facebook em que fala sobre namoro “Quem aceita namorar comigo”, publicou a jovem. De acordo com a mãe da vítima, Dalva Marinho, tudo não passou de uma brincadeira.

Segundo ela, ao saber que a filha escreveu tal frase, ela chegou a fazer um alerta, dizendo que isso “poderia queimar o filme” de Cláudia. A filha, porém, respondeu dizendo que ela “estava ‘zuando’ com os amigos do Facebook”.

O corpo de Cláudia foi enterrado no cemitério Santa Cruz, na zona oeste do Rio.

Fonte: TERRA

OPINIÃO

Parabéns a policia pelo trabalho e prisão do suspeito que cometeu esse crime bárbaro contra uma jovem cheia de vida pela frente!

Por Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário