Rio de Janeiro - Brasil

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Humanização para a enfermagem no Brasil!!





O texto que coloco hoje e um desejo que tenho para uma profissão muito especial, não somente porque pretendo me formar nela em dezembro deste ano, mas por se tratar da profissão da área da saúde que mais tempo fica ao lado dos paciente, a enfermagem.

No titulo do texto usei a expressão: “humanização para a enfermagem no Brasil”. Esse termo, “humanização”, vem sendo muito usado no que tange a relação entre: profissional de saúde x paciente, mas a humanização que venho propor aqui, e a relação profissional da enfermagem x profissional da enfermagem.

Apesar de especial, a enfermagem, assim como qualquer outra profissão possui seus defeitos, mas destes inconvenientes, o mais comentado entre os profissionais da área e a desunião da categoria, que reúne 3 profissões: enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem, alem dos recém incluídos na lista, obstetrizes formados pela USP.

Enquanto vemos em outras profissões o “fechamento” entre colegas, que se unem, na enfermagem vemos o contrario, e um verdadeiro quem queima quem. Essa realidade podemos perceber logo na graduação.

Em 2012 passei em um concurso do governo do estado para acadêmico bolsista. Para quem não conhece, isto e um estágio remunerado, onde o acadêmico passa por vários setores de hospitais públicos, ganhado mais do que o valor financeiro, a experiência.

Para quem entrou na graduação de enfermagem direto, sem ter o técnico de enfermagem, a experiência de acadêmico bolsista torna-se importantíssimo. O problema foi que quando fui para a lotação( escolha dos dias de estagio) havia conflito nos horários com meu trabalho. A solução seria fazer este estagio no sábado. Embora todas as demais áreas acadêmicas: medicina, fisioterapia, serviço social, nutrição, etc..., houve essa permissão por parte dos preceptores dessas áreas para seus acadêmicos, já que muitos não poderiam fazer este estagio durante a semana, pois muitos trabalham e outros cursam faculdade publica, que é em período integral, e por isso não teriam como ter essa disponibilidade.

Já a enfermagem não teve essa oportunidade, devido à enfermeira responsável não aceitar por acadêmicos da enfermagem aos finais de semana. Me lembro de ter pedido a ela essa autorização partindo do principio que os acadêmicos de outras áreas terem  essa oportunidade. A enfermeira em questão disse: “Não vou abrir esse precedente para a enfermagem”, e virou as costas me deixando falar com a parede....

Assim como eu muitos acadêmicos de enfermagem tiveram que desistir deste concurso. Na faculdade ao comentar com uma professora de estagio sobre essa situação, ela me disse que a tal enfermeira estava certa, que o enfermeiro não pode ser “bonzinho”, e que segundo seu conhecimento a tal enfermeira era uma “profissional correta”.

Pois bem há poucos dias essa “profissional correta” teve seu nome estampado nas paginas do jornal carioca “O Dia” por permitir que enfermeiros que ocupavam cargos de chefias em um hospital publico e que era subordinados a ela, pois ela era gerente de enfermagem neste hospital, recebessem seus salários sem precisar ir ao batente!

Ou seja o que para minha professora é não ser “bonzinho”, e ser “correto”, eu interpreto ser “hipócritas”, “desumanos”, e ainda por cima:”safados”! Se fosse tão correta assim agiria da mesma forma que agiu com os acadêmicos bolsistas em 2012, ou seja se não pode comparecer ao plantão por trabalhar em outro hospital no mesmo dia e horário, então que peça exoneração!, Nesta lista de enfermeiros que não iam trabalhar tinha um que é secretario de saúde de um município no estado do Rio cujo salário, segundo o jornal O Dia, é de 10 mil reais!

Falta na enfermagem maior humanização, o enfermeiro, assim como qualquer outro profissional de qualquer que for sua área de atuação precisa ser justo, não ser logicamente aquele que tudo pode, porque ai vira bagunça, mas precisa ter a lógica de saber quando falar o NÃO! Isso se chama BOM SENSO!!

A falta de humanização nas relações das equipes de enfermagem e algo antigo e que infelizmente prejudica ate mesmo o envolvimento dos profissionais recém formandos que assustados com esse clima “estranho” da profissão, acabam com o tempo batendo na porta de outras profissões.

Esse texto que na verdade é um desabafo, tem um objetivo que é pedir: HUMANIZA ENFERMAGEM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Por Uanderson



0 comentários:

Postar um comentário