Rio de Janeiro - Brasil

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Wando apresenta ligeira melhora, mas estado ainda é grave



Minas Gerais -  Wando, de 66 anos, teve uma pequena melhora em seu quadro clínico, mas de acordo com o boletim médico divulgado na tarde desta segunda-feira, continua em estado grave. O cantor foi internado no Hospital Biocor, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na última sexta-feira com problemas cardíacos graves.

Ainde de acordo com o boletim médico, ele respira com a ajuda de aparelhos, além de estar com suporte de assistência circulatória.

Na madrugada deste sábado, o cantor apresentou piora, sendo submetido a uma angioplastia coronariana de múltiplas artérias e logo depois sendo encaminhado para o CTI.
Leia abaixo o boletim médico na íntegra.

Belo Horizonte, 30 de janeiro de 2012.
Boletim médico - Biocor Instituto - Vanderley Alves dos Reis (Wando)
Recomendado pelo seu clínico particular, dr. João Carlos Dionisio, o paciente Vanderley Alves dos Reis, Wando, foi encaminhado para a realização de cateterismo cardíaco no Biocor, devido ao quadro de angina* de peito e alteração de exames propedêuticos.
O cateterismo foi realizado na manhã desta sexta-feira, sem intercorrências. O paciente permaneceu internado no hospital para definição terapêutica.
Devido à gravidade e extensão das obstruções coronarianas encontradas, após discussão em equipe, optou-se pela permanência hospitalar para cirurgia de revascularização do miocárdio.
Contudo, na madrugada de sábado, o paciente apresentou quadro de angina refratária ao tratamento clínico. Sendo assim, foi prontamente submetido, em caráter de urgência, a angioplastia coronariana de múltiplas artérias, pela mesma equipe.
O paciente foi encaminhado para o CTI, sedado, respirando por aparelhos, com suporte medicamentoso e suporte de assistência circulatória.
Encontra-se em estado grave, mas com ligeira melhora do quadro clínico. Sem previsão de alta e tendo à mão todos os recursos para o tratamento.
* angina - dores no peito, casada por falta de sangue no músculo cardíaco.
Este boletim foi construído pelos dr. João Carlos Dionísio, clínico particular do paciente, e dr. Eduardo Szuster, equipe do CTI, com autorização da esposa do paciente, sra. Renata Lana Costa e Souza".
Fonte:


0 comentários:

Postar um comentário