Rio de Janeiro - Brasil

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Rio Cidade odiada no Brasil, mas Amada no Mundo.



O texto de hoje trás um titulo um pouco pesado, mas e a percepção que tenho ao ler noticiários que envolvem o Rio, onde nos espaços destinados a comentários há uma verdadeira chuva de deboches e preconceitos com  o cidadão carioca sem precedentes em nenhum outro lugar no mundo.
A velha rivalidade entre Rio e São Paulo e ate passível de se entender, porem em situações de tragédias onde a solidariedade e sobriedade deveriam estar acima de qualquer infantilidade besta, não e visível.
Na recente tragédia do desabamento de três edifícios no Rio, pude constatar a falta de solidariedade e respeito com a vida humana, com a avalanche de comentários maldosos  nos jornais sobre esse incidente, deboches como: “ o Rio é um estouro”, ou “ Rio cidade em ruínas”, e por ai vai.
Raros foram os comentários de pessoas que se solidarizaram com a situação. E a explicação disso e o simples fato do tal desmoronamento ter ocorrido no Rio de Janeiro, acredito que se fosse em outra cidade, a reação teria sido outra.
Hoje, 30 de janeiro, mais um fato triste ocorreu no Rio. A explosão de uma cisterna no porto do Rio, mais uma vez foi motivo de chacota nos jornais pelo Brasil a fora. No jornal online Folha de S. Paulo mais de três mil comentários, e a imensa maioria tripudiando o fato com todos os tipos de deboche, e ainda teve pessoas se aproveitando da situação fazendo propaganda de suas cidades para o carnaval em detrimento ao Rio, onde uma pessoa dizia que preferia ir a Bahia do que passar o carnaval no Rio.
Dentro desse balaio de “ bucéfalos “ ainda teve um cidadão que chamou a cidade do Rio de Lixo. Acredito piamente que lixo e o buraco de onde esse estorvo saiu. Nesse mesmo jornal um colunista se aproveitando da situação fez um editorial sem noção ligando o fato ocorrido hoje com explosões de bueiros já ocorrido na cidade. Sendo que esse caso não tem nada haver.
O próprio corpo de bombeiros descartaram a possibilidade do acidente ter ocorrido por vazamento de gás. Segundo as primeiras analises, tudo leva a crer que tenha sido um acidente de trabalho, pois os trabalhadores estavam utilizando solda em uma área que tinha óleo inflamável, presumi-se desta forma que faísca da solda tenha provocado a explosão.
Porem para aqueles que não perdem a oportunidade de ridicularizar o Rio, não perderam tempo e ate ligaram o acidente do porto ao acidente que os atores do espetáculo “Xanadu” em que os atores Danielle Winits e Thiago Fragoso despencaram de uma altura de cinco metros após o rompimento de cabos de aços que os sustentavam.
No Rio a reação dos cariocas quando o assunto e tragédia e solidariedade, tanto que toda vez que alguma cidade brasileira sofre algum desastre, os cariocas são os primeiros a se mobilizarem em ajudar, com envio de mantimentos, enfim naquilo que for necessário.
Alguns anos atrás em São Paulo ocorreu o desabamento de uma obra do metro, onde uma imensa cratera se abriu levando junto caminhões e operários, e uma Van com passageiros que passava pelo local que foi para o abismo, morrendo todos soterrados.
Em nenhum momento se viu no Rio motivo de fazer esse fato qualquer tipo de escárnio. Vejo que em São Paulo, como em outras localidades deste Pais, confunde-se rivalidade de futebol, carnaval com as tragédias.
Esse “povinho do mal” aguarda qualquer noticia ruim do Rio para tentar denegrir a cidade. Ate pouco tempo a violência urbana era a “ arma” utilizada por essas pessoas para os deboches de cada dia do Rio. Líamos coisas como : “ Rio cidade mafiosa”, “ Não vá para o Rio sem seu colete a prova de balas”!
 Hoje com a implementação das UPPs, a violência urbana no Rio vem diminuindo a olhos vistos. Em recente estudo publicado pela organização não governamental mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, aponta que das cinqüenta cidades mais violentas no mundo, 14 são brasileiras.
Desta lista Maceió ocupa o primeiro lugar no Brasil e 3ª mais violenta no mundo, em seguida aparecem ainda: Belém( 10ª), Vitoria( 17ª), Salvador (22 ª), Manaus (26ª), São Luis (27ª), João Pessoa( 29ª), Cuiabá (31ª), Recife (32ª), Macapá( 36ª), Fortaleza( 37ª) Curitiba (39ª), Goiânia( 40ª) Belo Horizonte (45ª).
O Rio como puderam perceber não aparece na lista. Como não há, no momento, motivo para continuar a debochar dos índices de violência no Rio, então arrumaram logo algo para se ocuparem, neste caso das vitimas das tragédias recentes na cidade.
Ao contrario do Brasil, que ou por inveja ou talvez pela natureza mesmo do brasileiro em gostar de tripudiar das tragédias alheias, no exterior vemos sim a solidariedade e um sentimento de amor ao Rio. Apesar de tudo que a cidade maravilhosa passou em todos esses anos, o Rio nunca perdeu o posto de cidade que mais atrai turistas estrangeiros.
Para esse ano as estimativas são ainda melhores, agora para o carnaval, por exemplo, a rede hoteleira comemora a grande procura de reservas. Nossos desfiles das escolas de samba juntamente com o agora consagrado carnaval de Rua, tem atraído mais turistas na cidade. Ano passado o turismo deixou na cidade 1,2 bilhão de reais.
Sem contar investimentos que por conta de grandes eventos que a cidade sediará, somados aos bons resultados obtidos pela segurança publica, tem revitalizado a economia do Rio que nos anos oitenta e ate meados dos anos noventa, estava decadente.
Talvez por conta disso o Rio sofra tanto com essa “ chuva de olho gordo”, assim como a aquela bela donzela dos contos de fadas, que causa inveja as outras irmãs que tentam de toda forma arruinar sua vida, O Rio apesar dos pesares consegue, para a tristeza de seus opositores, sempre se erguer.
Na realidade o Rio de Janeiro, cidade merecidamente maravilhosa, já eleita como a mais simpática do mundo, e como massa de pão, Quanto mais batem, mais crescemos. Viva o Rio de Janeiro.
Somente para terminar. Um recado para aqueles que não gostam de minha cidade. Nos cariocas não somos rancorosos, saibam que nossa cidade esta de braços abertos para os receber, quem torce pelo mal dos outros tende a se perder em sua própria estupidez.
Por
Uanderson


0 comentários:

Postar um comentário