Rio de Janeiro - Brasil

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Tubarão touro tem a mordida mais forte entre os tubarões, diz estudo


Um estudo de cientistas de uma universidade da Flórida, nos Estados Unidos, concluiu que o tubarão touro (também conhecido como tubarão-de-cabeça-chata) tem a mordida mais forte entre as espécies de tubarão.
A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade do Sul da Flórida em Tampa e por pesquisadores nos Estados Unidos e na Alemanha.
A conclusão foi que, em relação ao tamanho do corpo, os tubarões touro (Carcharhinus leucas) têm a mordida mais forte (cerca de 6.000 newtons de força), superando inclusive tubarões maiores.
Esta espécie tem, em média, mais mais de dois metros de comprimento, mas, em alguns casos, pode ultrapassar os três metros.
Maria Habegger, bióloga da Universidade do Sul da Flórida, examinou a força da mordida de 13 espécies de tubarões e de outros peixes parecidos.
"Tubarões touro mordem com mais força do que um grande tubarão branco e um tubarão-martelo", afirmou a bióloga.
Os detalhes da pesquisa foram publicados na revista especializada Zoology.
Pesquisas anteriores mostravam que tubarões grandes tinham mordidas fortes.
"Esperamos mordidas fortes em tubarões maiores, que ocupam o topo da cadeia alimentar, por exemplo, o tubarão-martelo, o grande tubarão branco", disse Habegger à BBC.
"Estas espécies geralmente atacam presas grandes como golfinhos, tartarugas e outros tubarões, então são esperadas mordidas fortes devido às exigências mecânicas para este tipo de presa."
No entanto, a pesquisa também mostrou que espécies menores, como a quimera (Hydrolagus colliei), um parente pequeno do tubarão, tem muita força na mordida, talvez pelo fato de se alimentar de moluscos e caranguejos.
"Então, às vezes, o tamanho é enganador. Apesar de tubarões maiores terem valores mais altos de força de mordida, o valor relativo de força de mordida é o que importa", afirmou.
Os cientistas dissecaram as espécies estudadas e analisaram os músculos das mandíbulas para descobrir a força deles, quando a mandíbula é fechada.
Foram usadas ainda técnicas matemáticas para remover o efeito do tamanho do corpo na mordida e, assim, fazer uma comparação mais justa entre as espécies.
Com esta metodologia, o resultado foi que os tubarões touro tem o maior valor de força de mordida entre todos os estudados.
Os pesquisadores ainda não descobriram a razão exata desta espécie ter uma mordida tão forte.
"Pelo que sabemos, não há necessidade de valores (de força de mordida) tão altos para romper pele de peixe ou mesmo para quebrar um osso", disse a bióloga.
Uma das causas pode ser o fato dos tubarões touro habitarem águas turvas.
"Em um ambiente com pouca visibilidade, capturar a presa pode ser mais difícil do que em mar aberto. Então, quando você captura uma presa entre as mandíbulas, segurá-la é crucial para não perder a refeição", especula Habegge
Fonte: BBC Brasil

0 comentários:

Postar um comentário