Rio de Janeiro - Brasil

sábado, 6 de outubro de 2012

O homem que vai saltar a 37 mil metros de altura esta semana: Apelidado Destemido Felix, tentara quebrar a barreira do som em queda livre a partir do espaço.


 Um pequeno erro pode resultar em seu sangue ferver e seu cérebro explodir
Há 37 mil metros de altura sobre a borda do espaço, e vestindo apenas um terno pressurizado e um pára-quedas, ele fará uma pausa na escotilha de sua cápsula minúscula . Red Bull Stratos anunciou nesta sexta-feira que o salto do extrema atleta Felix Baumgartner foi transferido para segunda-feira, devido a uma frente fria com ventos fortes.
Nesta semana, o mundo vai saber se este audacioso austríaco se tornara o primeiro páraquedista  a quebrar a barreira do som nas alturas, em uma descida em queda livre que ficará na história.
Se algo der errado e apesar de cinco anos de planejamento e treinamento, não haverá muito o que fazer, será fatal.
O cenário de pesadelo do diretor do projeto  Felix se compara a um 'filme de terror' envolveria o seu sangue-cérebro em ebulição, ruptura de olhos pulando para fora - tudo visto ao vivo através da Internet em todo o mundo.
Isto pode soar como o tipo de façanha de lunático, mas um homem que passou 20 anos praticando esportes extrema radicais, não se intimida com o desafio que tem pela frente. Mas uma equipe de engenheiros, médicos e pilotos que passaram cinco anos trabalhando ao lado de Baumgartner, 43, para garantir que tudo de certo.
Para um deles, o Dr. Jonathan Clark, diretor médico da operação, há um motivo muito pessoal para se envolver.
Sua esposa astronauta Laurel f morreu em 2003, quando o ônibus espacial Columbia se desintegrou sobre o Texas, o ex-cirurgião de vôo da Nasa dedicou sua carreira a trabalhar para melhorar as chances de sobrevivência dos astronautas em um desastre de grande altitude semelhante.


                                             Em seu salto de teste em março, Felix mergulhou 35 mil metros de altura.

Tenho toda a expectativa que ele vai passar por este sucesso," diz o Dr "Mas, você sabe, ainda é uma incógnita."
Ele tem realizado vários saltos radicais em queda livre, inclusive da estátua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro, alem de  pular de cabeça em um breu em uma caverna de 190 metros de profundidade, na Croácia.
Baumgartner diz que seu mergulho supersônico será o fim de sua carreira. Ele pretende se aposentar com sua namorada e estabelecer-se a uma vida tranqüila - que no seu caso significa tornar-se um piloto de helicóptero de resgate.
A cápsula em que ele vai fazer a sua subida e feita de fibra de vidro reforçada com estrutura interna de metal, e pesa tanto quanto um Fusca.
Seu salto será  supersônico, viajando à velocidade de uma bala, a resistência do ar vai começar a pressionar com a  atmosfera. Seu traje será do formato usado por astronautas equipado com câmeras registrando sua descida. A queda livre por alguns minutos antes de puxar o pára-quedas principal a 1.524 quilômetro de altitude.  Cerca de dez a 15 minutos depois, com sorte ele estará em terra.


Fonte: Dailymail

0 comentários:

Postar um comentário