Rio de Janeiro - Brasil

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Assassino usou quatro perfis falsos para manipular vítima via Facebook








O adolescente Tony Bushby, de 19 anos, foi condenado pela Justiça britânica pela morte da babá Kati Wynter, de mesma idade, após tê-la enganado com quatro perfis falsos no Facebook.
Instrutor de karatê, Bushby esfaqueou a garota até a morte, em um crime ocorrido um dia após o Natal do ano passado.

O assassinato ocorreu na cidade de Borehamwood, na região de Hertfordshire, na Grã-Bretanha.
A sentença será lida nesta quarta-feira, mas estima-se que o jovem receba uma pena de ao menos 25 anos de prisão.
Wynter foi morta enquanto cuidava dos dois filhos de sua irmã. A mãe da garota encontrou o corpo em uma poça de sangue no dia 27 de dezembro de 2011.

A polícia encontrou 23 marcas de ferimentos no corpo da babá, sendo 13 facadas profundas e algumas em suas mãos, o que mostra que tentou se defender dos ataques.
Após o crime, Bushby voltou para casa com sangue em suas mãos e nas roupas.
Facebook

Jovem criou quatro perfis falsos no Facebook para persuadir babá a ter relacionamento real com ele
O garoto criou quatro perfis falsos no Facebook para tentar persuadir a babá a ter um relacionamento com ele.

Dan Tress, Cyn Darwin, Shane Pleuon e Krystal Stanguard formavam um grupo de amigos que repetidamente diziam a Katie que Tony Bushby era uma pessoa legal e que merecia sua atenção.
O promotor Michael Speak disse que o adolescente usou os perfis falsos a seu favor.
"De fato, este pequeno círculo de amigos do Facebook era completamente fictício. Ele criou essas contas falsas no Facebook", diz o promotor.

"Ele as montou e as controlava. Katy não sabia disso. O réu as usou para dizerem coisas a seu respeito que o ajudassem a ganhar a confiança da babá. Eles davam elogios e diziam coisas boas a seu respeito para fazer com que ela gostasse dele", afirmou

Fonte: BBC Brasil

 

0 comentários:

Postar um comentário