Rio de Janeiro - Brasil

sábado, 11 de janeiro de 2014

Amor a três acaba mal

Mulher que vivia com dois maridos na mesma casa mata um dos companheiros a facadas
Vivendo sob o mesmo teto, Josiane de Araújo Mendes, conhecida como Baixinha, de 40 anos, e seus dois maridos pareciam se entender muito bem. Mas, na madrugada de ontem, o triângulo amoroso terminou em tragédia. A mulher é acusada de matar com 10 facadas um dos companheiros, identificado apenas como João.

A prisão dela foi a primeira efetuada pelos agentes da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, inaugurada na terça-feira.

De acordo com Wellington Vieira, delegado-titular da especializada, Baixinha saiu para beber com os dois maridos em um bar perto da casa onde o trio morava, no bairro Venda da Cruz, em São Gonçalo, por volta de 1h da manhã. Depois de algumas cervejas, João foi deitar em um banco da praça.

Ela, então, pegou uma faca de cozinha e golpeou pelo menos dez vezes o marido, que morreu na hora. Ainda segundo a polícia, a ‘Dona Flor' voltou para o bar e continuou bebendo com o outro companheiro.

"Ela foi abordada pelos agentes da especializada no bar e caiu em contradição no primeiro momento. Depois, na delegacia, acabou confessando o crime, com a alegação de que era agredida pela vítima", explicou Vieira, que traçou o perfil da presa: "Josiane é usuária de drogas e extremamente alcoólatra. Após o crime, ela, com sangue frio, voltou a beber."

Pode ter tido ajuda do outro

O delegado Wellington Vieira ainda vai ouvir testemunhas para apurar se o outro marido de Josiane Baixinha, que não teve o nome divulgado, ajudou a mulher a cometer o crime. Como João não tinha documentos, foi colhida a impressão digital do cadáver para confirmar a sua identidade.

Fonte: Meia Hora


0 comentários:

Postar um comentário