Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 13 de maio de 2012

Macaé promove concentração e mobilização contra pedofilia


O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no próximo dia 18 (sexta-feira), às 19h, será comemorado em Macaé com uma grande concentração na Praça Washington Luiz, com participação de bandas locais, para a reflexão sobre o tema, que tem registrado dados alarmantes desse tipo de violência.

Já por conta do evento, a Prefeitura, através da subsecretaria da Infância e Juventude, ligada à secretaria de Desenvolvimento Social, irá promover, já na segunda-feira (14), uma ampla mobilização na Barra de Macaé, sendo seguida por divulgação de literatura infantil de prevenção à pedofilia. A lei municipal 3590/11, sancionada pelo prefeito Riverton Mussi e de iniciativa do vereador Júlio de Barros, que criou a “Semana Municipal de Pedofilia”, prevê ações de combate, orientação e de prevenção.

De acordo com a coordenadora da campanha contra pedofilia, Cíntia Carla, a semana será de orientação às famílias para que haja mais conscientização. “A orientação é a melhor prevenção”, disse, completando que todas as ações executadas durante a Semana Municipal de Pedofilia visam inibir os casos que crescem e ainda são assustadores, ocorrendo numa média de 7,5 por mês.

A coordenadora citou o caso da menina Aracely Sanches, de 7 anos, que foi sequestrada, drogada, espancada, violentada, morta e desfigurada com ácido por jovens ricos em Vitória/ES, em 18 de maio de 1973. “Foi em homenagem a ela que ficou instituído o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes”, revelou, com exemplo para que haja sempre um combate aos pedófilos.

Cintia explicou que durante a mobilização que será realizada na segunda-feira, na Barra de Macaé, haverá distribuição de informativos. Na terça e quarta-feira (dias 16 e 17), a equipe irá trabalhar na divulgação do livro “Segredo segredíssimo”, da escritora Odivia Barros. “Trata-se de uma literatura infantil que instiga a criança a se proteger da violência sexual. O livro traz uma linguagem acessível e adequada e ao lê-lo, a criança imediatamente conclui sobre como evitar ou sair de uma situação de abuso”, frisou.

Cíntia recomendou às pessoas que ao comparecerem ao evento da Praça na Praça Washington Luiz que se vistam de preto, como forma de luto pelas crianças e adolescentes que sofrem abuso e violência sexual.
Por  Secom de Macaé
Fonte:
http://www.fmanha.com.br/regioes/macae-promove-concentracao-e-mobilizacao-contra-pedofilia

0 comentários:

Postar um comentário