Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 6 de maio de 2012

Ladrão das fotos tentou arrancar R$ 10 mil de atriz


Carolina Dieckmann vinha sendo chantageada por e-mail, mas não cedeu à pressão
A atriz Carolina Dieckmann foi chantageada por e-mail um mês antes da divulgação das fotografias íntimas na Internet. Em algumas cenas, ela aparece completamente nua. Uma das suspeitas é que as imagens possam ter sido retiradas de seu computador portátil por um técnico de informática que consertou a máquina há cerca de dois meses.
A informação foi confirmada pelo advogado contratado por ela para cuidar do caso, o criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. Ele é conhecido por defender políticos, como o senador Demóstenes Torres (ex- DEM-GO), atualmente sem partido, alvo de CPI por envolvimento com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.
"Quem estava com as imagens mandou um e-mail para Carolina exigindo R$ 10 mil para não divulgá-las. Como ela não cedeu às investidas, cumpriram a ameaça", detalhou Kakay. Segundo ele, as 36 imagens estavam em um computador portátil na residência da artista.
Porém, há cerca de dois meses, o aparelho deu pane e foi consertado. "Não se pode afirmar que as imagens foram retiradas no tempo em que ficou na assistência técnica. É uma linha para a Polícia Civil investigar", disse.
Amanhã, o advogado e a atriz irão à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) para registrar o caso.
"Vamos entrar com ação inibitória para que os sites retirem as fotografias e determinar multa diária para aqueles que mantiverem as imagens no ar", explicou o especialista.

Fonte: Meia Hora



0 comentários:

Postar um comentário