Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 13 de maio de 2012

garçom de 28 anos , acorda em seu próprio funeral



Carpideiras em um funeral no Egito trocou as lágrimas por aplausos quando o garçom dado como "morto" acordou em seu velorio.
Hamdi Hafez al-Nubi, um garçom de 28 anos de idade, de Naga al-Simmanm, perto de Luxor foi declarado morto depois de sofrer um ataque cardíaco no trabalho.
Seu corpo estava sendo preparado para o enterro quando um médico, enviado para assinar o seu atestado de óbito, descobriu que ainda estava quente.
Os membros da família estavam tão convencidos que  al-Nubdi estava morto  que já tinham lavado o corpo, segundo a tradição islâmica, e estavam se preparando para enterrá-lo na noite de sexta-feira.
Depois de observar que ele ainda estava quente, o médico verificou os sinais vitais e descobriu que ele ainda estava respirando. Sua mãe desmaiou quando ouviu que seu filho não estava morto.
Ao invés de cancelar o funeral, os enlutados transformaram o velorio em uma festa de 'ressurreição'.
Não é a primeira vez que alguém veio "de volta dos mortos 'em seu próprio funeral.
No mês passado uma mulher chinesa de 95 anos saiu de seu próprio caixão seis dias depois declarada morta, em conseqüência  de uma queda.
Li Xiufeng foi encontrada imóvel e sem respirar na cama por um vizinho duas semanas depois de tropeçar e sofrer um ferimento na cabeça em sua casa em Beiliu, província de Guangxi.
Como o vizinho não conseguiu acordá-la  achou que a senhora havia falecido
Ela foi colocada em um caixão, que foi mantido em sua casa sob tradição chinesa para amigos e parentes homenageá-la.
Mas um dia antes do funeral, os vizinhos encontraram um caixão vazio, e mais tarde descobriu que a senhora de 95 anos estava viva, fazendo suas atividades normais em sua cozinha.


Fonte:


0 comentários:

Postar um comentário