terça-feira, 30 de agosto de 2011

As “super empregadas domesticas" das novelas da Globo


Hoje vou comentar um enredo que esta virando moda nas novelas da TV Globo. E a historia de mães que criam seus filhos sozinhas e que com o salário de empregada domestica ou com serviço de “ mecânica e faz tudo” como no caso da novelas das 21h, conseguem pagar a faculdade de medicina para seus filhos.
Na novela da 19h, a personagem interpretada pela atriz cássia Kiss com serviço humilde dava dinheiro ao seu filho para que ele fizesse medicina, sendo que nesta novela ele apenas a enrolava. Já na trama das 21h, o filho da personagem interpretada por Lilia Cabral , cursa efetivamente medicina graças a mãe que com serviços de “ faz tudo” consegue manter seu filho neste curso que e destinado a elite.
Tudo bem que isso e novela, e por tanto tem a tal “ liberdade artística”, mas acho que duas novelas falando da mesma coisa, alem de parecer falta de criatividade, também mostra como os autores de novela estão por fora do que se passa longe do projac. Isso porque na realidade brasileira e praticamente impossível uma empregada domestica conseguir pagar um curso de medicina.
A media salarial de uma empregada domestica dificilmente ultrapassa mil reais, já a mensalidade do curso de medicina no Rio de Janeiro, custa em media R$3500( três mil e quinhentos). Ou seja como pode uma pessoa que recebe em media um salário minimo e meio pagar esta bagatela por mês? Sem contar que alem desses três mil e quinhentos, ainda tem livros, passagem e alimentação, porque como o curso de medicina e em período integral o estudante precisa de dinheiro para comer, já que não existe “ merenda” nas faculdades.
Colocando todos esses valores, uma pessoa que cursa medicina gasta em media quase seis mil reais por mês, ou seja como essas sofridas personagens conseguem tanto dinheiro por mês em suas humildes profissões?
Os autores de novela deveriam ser mais realistas, não que uma pessoa pobre não possa cursar medicina, lógico que pode, mas nas publicas e não nas faculdades particulares. Os autores poderiam escrever coisas do tipo: a mãe humilde pagou um curso pré vestibular para seus filhos. Sempre fez questão de participar do aprendizado dos seus filhos, e estes conseguiram passar no vestibular para medicina em uma universidade federal.
Ou ate poderia ser a historia de uma mãe que custeou os estudos de seus filhos, mas para cursos que são mais próximos da realidade brasileira, que seriam: Licenciaturas em geral, cursos da área de ciências biologias ( biologia, enfermagem, fisioterapia, nutrição etc...), enfim profissões dignas, mas que por incrível que pareça ainda estão distante de muitos brasileiros e que são possíveis de que com um esforço, pagar suas mensalidades em uma faculdade na rede privada.
Medicina e um curso elitista, totalmente fora da realidade brasileira, e a insistência dos autores globais em repetir este tema em suas tramas, acabam distanciando estas historias de seu publico que sabe que isso não passa de uma ficção do tipo” planeta dos macacos”.
Ao invés de fazer seu publico se comover, acabam fazendo dessas novelas, motivo de chacota. Se para algum autor da Globo, e possível que uma de suas empregadas paguem uma mensalidade do curso de medicina com o salário que eles oferecem, então eu me candidato a uma vaga de empregado domestico. Prometo lavar passar, cozinhar nem pensar!
Por Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário

Agencia Rio Noticias

Para você que mora na zona oeste do Rio de Janeiro, qual é a pior empresa de onibus da localidade?

Você concorda que o Brasil deveria adotar penas mais severas?

Eu Recomendo

Seguidores

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons