Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 21 de agosto de 2011

Jornais populares ou esculhembação da informação?


Hoje venho falar sobre um tipo de jornalismo que esta se espalhando pelo Pais, jornais que seguem uma linha popular na forma de mostrar as noticias. Com foco no “ povão”, esses jornais estilo tablóide, geralmente custam no Maximo C$60 centavos, e por conta disso tem obtido boa aceitação perante o publico.

A questão e que essa linha “ popular” esta mais para “ popularesca”, já que as noticias vem com um tom debochado e muitas vezes a matéria deveria ser mostrada com outra conotação. Manchetes como: “ gordalhaça quer chegar a uma tonelada”, para falar da mulher que quer chegar ao peso de um elefante, pode ate ser levado na brincadeira, mas títulos como: “ PM mete três azeitonas no biscoito da mangueira”, para falar da guerra entre policia e bandido, banaliza algo serio que deveria ser tratado de outra forma.
Mas pior que as manchetes debochadas, e o conteúdo deste tipo de jornalismo, que na realidade de conteúdo não tem nada. São pouquíssimas paginas que trazem informações relevantes, para uma centena de paginas de anúncios, onde são recheados de bruxos prometendo todo tipo de coisa, fora mais anúncios de prostíbulos.
Depois vem mais uma “ cacetada” de paginas destinadas ao esporte( futebol), como se o “ povão” se interessa-se apenas sobre quantos gols o Ronaldinho fez ou deixou de fazer, enquanto coisas realmente importantes como os escândalos que vem ocorrendo entre os ministérios e pouquíssimo abordado.
Na minha opinião um jornal para ser popular não precisa ser “ ridículo”, a imprensa precisa dar oportunidade para as pessoas que não tem condições de estar lendo O Globo ou a Folha, a ter informação de qualidade. Pode sim falar de economia, não precisa ser tão “ complexa” como os editorias de Miriam Leitão, de forma resumida da para levar ao leitor, deste tipo de jornal, um pouco de cada assunto, com texto simples de fácil entendimento, sem precisar esculhambar as noticias.
O Brasil esta perto de se consolidar em uma potencia econômica mundial, e não tem como um pais se manter em tão nível como uma população  que não tem noção do que ocorre em seu Pais, sabe com antecedência a escalação do Flamengo, mas se perguntar o nome do nosso ministro da fazenda, com certeza não terão a menor idéia. Os meios de comunicação, seja escrita, online( internet) ou da TV, tem papel importante na formação de opinião, por isso a imprensa deveria estar mais atenta na sua forma de levar a informação. Ate eu que nem curso jornalismo, faço enfermagem, consigo fazer algo melhor.

Por Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário