Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 12 de agosto de 2012

Os “Superatletas brasileiros”




O texto que vamos relembrar foi de 2012 escrito após o fiasco brasileiro nas Olimpíadas de Londres. Ano que vem teremos as Olimpíadas no Rio. Será que o panorama mudou para nossos atletas em infraestrutura e apoio com patrocinio cinco anos depois?

O titulo deste texto não tem como objetivo denegrir os atletas brasileiros, muito pelo contrario, mas sim discutir ate que ponto o fracasso de nossos atletas em olimpíadas, como a atual em Londres se deve a pouca infraestrutura dada pelo Brasil aos atletas nacionais.
Sabemos que são poucos os centros esportivos que o Brasil dispõe para formação de atletas, geralmente encontrados apenas nos grandes centros urbanos. Pelo Brasil a fora, homens e mulheres que sonham em viver do esporte, vivem uma maratona entre dividir treinos e um trabalho por fora, na grande maioria das vezes em áreas que não tem nada haver com o esporte praticado.
São garçons, vendedores no comercio, professores, enfim, ganham a vida de outra forma, pois o esporte não os dá condição de sustento. Isso se deve a falta de patrocínio na maioria das modalidades esportivas, no Brasil a única modalidade esportiva que um atleta vê condições de viver e muito bem somente com o esporte e o futebol, as demais modalidades, justamente por falta de patrocínio são praticados por pessoas obstinadas, literalmente guerreiros que não perdem o sonho de um dia receberem seu reconhecimento.
Quando chegam às olimpíadas, esses atletas anônimos passam a ser disputados pelas emissoras de TV para uma entrevista que jogam em suas costas toda uma nação querendo o ouro, que geralmente não vem, ai sai das olimpíadas com estigma de fracassados.
Por outro lado vemos também que nem sempre a falta de estrutura se explica o “ super rendimento” de  nossos atletas, vemos o futebol, que possui os jogadores mais caros do mundo que ate hoje nunca levou uma medalha de ouro.
Vemos por exemplo na ginástica olímpica, atletas que tiveram estrutura e patrocínio, que ganham medalhas em eventos mundo a fora, mas quando chega na olimpíada, nas palavras de Diego Hypólito: “ amarelam”.
Qual seria então a explicação do desempenho de nossos atletas nas olimpíadas? Na minha opinião e a junção da falta de estrutura que os atletas ainda encontram na futura sede olímpica, como também de certa forma um sentimento de derrotado que o brasileiro parece levar nas costas.
Podem observar, na opinião de muitos brasileiros, o Brasil não pode sediar uma Copa do Mundo, uma Olimpíada. Ser uma potencia econômica? Há esta de brincadeira?.... Essa síndrome de vira-lata que o brasileiro parece carregar no sangue na minha visão e a explicação do fracasso do Brasil, não apenas no esporte, mas em vários seguimentos.
O Brasil já é piada na questão espacial, enquanto a China já envia pessoas ao espaço, o Brasil ate hoje não foi capaz de lançar um satélite com tecnologia própria, quando o Brasil estava perto de conquistar essa façanha, um “incidente” ocorreu na base de lançamento de Alcântara, no Maranhão, que no lançamento de um foguete de tecnologia própria, houve uma explosão, que provocou a morte de toda equipe cientifica que estava a frente do projeto.
Esse ocorrido ate hoje não teve uma explicação aceitável, dando margem ate mesmo a possível sabotagem de origem internacional.
Sendo assim acredito que não somente ao esporte, mas no geral, nos brasileiros precisamos termos mais garra, acreditarmos em nosso Pais e em nos mesmos, pois se não acreditarmos em nossa nação, quem irá acreditar? Será que é isso que o Brasileiro quer para si, para seu Pais? Uma nação de derrotados e subordinados a interesses internacionais? Pensem nisso!
Por Uanderson



1 comentários:

  1. Os atletas brasileiros são umas bostas!!!!!!! e as olimoiadas na Record foi uma bosta ao quadrado!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir