Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 19 de agosto de 2012

O Dia: Trens comprados por R$ 11 milhões cada já chegaram ao Rio enferrujados


Rio -  Trens chineses comprados pelo governo do Estado ao valor de 5,5 milhões de dólares cada — equivalentes hoje a R$ 11 milhões — chegaram ao Rio enferrujados.
Relatório ao qual o jornal O DIA teve acesso mostra que foi preciso fazer uma raspagem e limpeza com produtos químicos, em caráter emergencial, antes de apresentar os carros e colocá-los para circular.
Nos dias 28 e 29 de janeiro, 15 funcionários da empresa TTrans ficaram encarregados de fazer o trabalho de remoção da oxidação no sistema de engate da parte da frente do trem e nas portas de acesso dos passageiros. A TTrans confirmou que fez o serviço para tratar a ferrugem nos carros e afirmou ainda que não recebeu o valor cobrado.
Os trens chineses são fabricados por um consórcio, formado por várias empresas. “Achei estranha a oxidação, mas tudo foi retirado com tranqüilidade. Técnicos da SuperVia, da Central Logística e da empresa chinesa afirmaram que não haveria dano ao funcionamento”, admitiu o secretário Júlio Lopes.
A reportagem apurou que, na viagem de 45 dias para transportar de navio os trens da China ao Rio, houve tempestade e, por isso, os carros foram molhados pela água do mar. O episódio, no entanto, não justifica a corrosão, segundo especialistas da Coppe/UFRJ e químicos ouvidos por O DIA.
Segundo os peritos, há no mercado acabamentos que impediriam a oxidação por até 20 anos. Afirmaram que, como a ferrugem atingiu mais algumas áreas, há indícios de que houve diferença na escolha do material, que seria de qualidade inferior.
Fonte:

Opinião
Na semana passada fiz um post, onde o titulo fazia a seguinte pergunta:”Brasil: Até quando continuará financiando o desenvolvimento da Industria estrangeira?” . Neste post em questão comentei sobre a aquisição desses trens da China, pois será que o Brasil não poderia fabricar esses trens? Gerando emprego aqui? Não, preferem comprar lá da China, e como tantas outras quinquilharias de lá, já vem “bichados”!
O barato acaba saindo caro, se tivesse fabricado esses trens aqui, teria gerado emprego no Brasil, teria incentivado a nossa industria, tanto para a larga produção, quanto para o ganho tecnológico, mas fazer o que, se preferem continuar fazendo o Brasil ser dependente de tecnologia e mero exportador de borracha!

Por Uanderson

0 comentários:

Postar um comentário