Rio de Janeiro - Brasil

domingo, 12 de abril de 2015

Novela das oito da Globo afunda no IBOPE, principalmente em São Paulo.




Segundo coluna do jornalista Lauro Jardim da revista Veja o problema de audiência que Babilônia tem está basicamente concentrado em São Paulo, em que o jornalista frisa bem  que São Paulo é o estado mais rico e populoso do país.

Nas três primeiras semanas da novela, a audiência na região metropolitana de Florianópolis foi de 36 pontos; no Rio de Janeiro, de 30 pontos; em Porto Alegre, 32 pontos, já em São Paulo, a novela patina na faixa dos 25 pontos.

A questão da audiência em São Paulo deve ser analisada mais profundamente, dizer que a audiência da TV em SP e menor do que no restante do País porque o paulistano tem um gosto mais apurado e balela, se fosse assim programas como o do Gugu era para dar traço, e não e assim é em SP que tem tido os melhores resultados.

Acho que as emissoras deveriam preparar dois planos específicos para o mercado publicitário, um para São Paulo e outro para o restante do País porque essa peculiaridade paulistana em relação a audiência na TV sempre existiu, não é de agora, as guerras dominicais travadas por Faustão na Globo e Gugu na época pelo Sbt sempre foram muito acirradas em São Paulo em outras regiões do Pais Faustão se saia melhor, mas por causa da audiência de SP a guerra dominical foi do Sushi erótico no Faustão á  falsa entrevista com o PCC no Gugu.

Da mesma forma que o carnaval carioca esta indo parar próximo as madrugadas com seu inicio de transmissão por causa da audiência acirrada em São Paulo que a Globo tem no carnaval de hoje coisa que há uns 20 anos atrás isso não existia, a Record era indigente e o Sbt ficava exibindo reprises dos principais programas como o do Gugu, da Hebe, que neste período ficavam de férias.

Por Uanderson de Aquino.

0 comentários:

Postar um comentário